Panquecas de coco com compota de alperce

Esta é a receita de panquecas eleita aqui em casa! Apreciada pelos pais e pelas pequenas, ficam deliciosas simples, com mel, com chocolate ou com esta compota de alperce! São deliciosas e uma excelente opção para os lanches dos pequenos neste regresso às aulas!

A pequena nem resistiu enquanto eu tirava a foto ^_^

a

Receita (5-6 panquecas):

3 ovos
120 ml bebida vegetal (usei leite de arroz da Origens Bio)
1/2 cs sumo limão
1 cs mel (opcional)
1 cs óleo de coco (usei óleo de coco extra virgem Origens Bio)
60 g farinha côco *
65 g polvilho doce
1 cs bicarbonato de sódio

1. Misturar tudo.
2. Untar a frigideira com manteiga ou óleo de côco e deixar aquecer.
3. Colocar uma concha de massa na frigideira, deixar cozer desse lado e só depois virar.

 

20160601_085823

Acompanhámos com a compota de alperce Pur Natur, esta compota não tem adição de açúcar e é deliciosa!!

Já as servi também como bolo de panquecas para o segundo aniversário da filhota mais nova:

13165909_1163060927059178_1355178270471349443_n-1

*Farinha de coco: para uma farinha de coco perfeita, faço em casa de modo muito simples! Coloco coco ralado no forno até tostar ligeiramente, depois deixo arrefecer um pouco e coloco no robot e pulverizo (o Optimum ThermoCook faz um trabalho excelente!).

13709876_1208321802533090_3592236957639264556_n

Espero que gostem!

Bolo de Teff e Cacau – o preferido das filhotas!

Já há algum tempo que tinha curiosidade em experimentar farinha de Teff, finalmente tive a oportunidade de experimentar da marca Ox Nature e gostei muito desta alternativa sem glúten.

É uma ingrediente rico, saciante, de produção ancestral, livre de OGM. O sabor é interessante e gostei particularmente em junção com o cacau em pó, nesta receita também da Ox Nature. 
Esta receita é sem glúten, e é o bolo preferido das minhas filhas, sendo apreciada por todos de casa, podem servir em queques ou bolo, cobrir com ganache ou sem cobertura, é um bolo delicioso! Neste caso utilizei a forma de borboleta d’ A Metalúrgica Bakeware SA, o que as pequenotas adoraram!

O que necessitam:

120 ml mel
120 ml cacau em pó Ox Nature
2 colheres de café de bicarbonato de sódio
240 ml farinha de Teff Ox Nature

240 ml farinha de coco
2 bananas maduras
2 colheres de sopa de óleo de coco Naturgreen
3 ovos

1. Começar por bater os ovos com a banana, o óleo de coco e o mel, no Optimum ThermoCook, bater 15 seg. na vel. 4.

2. Adicionar os restantes ingredientes, e bater apenas até incoporar, no robot, bastam mais uns 15 segundos. 
3. Colocar em forma untada com óleo de coco ou azeite e levar ao forno até ficar cozido (+- 30 minutos).
Cobrir com ganache de chocolate 🙂 
Notas: 
– para fazer a farinha de coco, basta colocar o coco ralado no forno até tostar e depois pulverizar no robot (Optimum ThermoCook 30 seg., vel 9)
– podem utilizar farinha de alfarroba no caso de ser para crianças pequenas.
– podem utilizar açúcar de coco em vez de mel, nesse caso devem colocar um pouco mais pois tem menor poder adoçante. 
Espero que gostem! 

Iogurte com pedaços de nectarina e canela

Quando recebi esta iogurteira da Redmond fiquei radiante! Finalmente tinha novamente uma iogurteira e linda! Além disso, como a Redmond sempre nos habituou, de excelente qualidade!

Decidi começar logo com iogurtes de pedaços, sendo que fiz com pêra e nectarina e adorei ambos. Claro que podem adequar ao vosso gosto, podem fazer uma compota da fruta, ou podem colocar crua, foi deste modo que fiz, por pura preguiça 🙂 Podem adoçar os iogurtes, eu não acho necessário, ficam excelentes.

Eu utilizo leite e iogurte Bio, de modo a que seja nutricionalmente mais interessante e mais ético. Podem também reutilizar um dos vossos iogurtes, que é o que faço habitualmente, deixando para tal um dos potes sem fruta.

Fiz assim:

1 litro leite
150 g iogurte (preferência grego mesmo que caseiro)
2 nectarinas
canela Margão q.b.

1. Começar por misturar bem o leite e o iogurte, para ficar bem homogéneo fiz este passo no Optimum ThermoCook da Froothie, colocando 1 min. na vel. 4.
2. Colocar a fruta em pedaços (ou em compota) no fundo dos copos de iogurte e colocar canela a gosto. Por cima, verter o preparado anterior, alguma da fruta vai subir, não faz mal, dá um efeito giro 🙂
3. Seleccionar 8 horas e deixar fermentar. Findo esse tempo, colocar no frigorífico e degustar frio.

Aqui vos deixo a foto da máquina a fermentar os iogurtes de pêra…linda, não é? 😀

Espero que gostem!

[Solar da Giesteira] Bife do acém salteado com cogumelos e tomilho

Já vos falei da carne de bovinos criada em pasto de bolota do Solar da Giesteira, estou fã desta carne, além do sabor e tenrura serem de qualidade extraordinária, tenho de vos falar das vantagens de consumir carne de pasto. Um dos grandes problemas da nossa alimentação é a baixa quantidade de ómega-3 em relação à elevada quantidade de ómega-6, essa proporção deveria ser de 1:1, e nos EUA é em média de 1:16!

Essa elevada quantidade de ómega-6 deriva em grande parte da quantidade de processados que ingerimos (uma simples bolacha tipo maria tem elevado teor em ómega-6), pela presença de óleos refinados, como o de soja. E pode ser muito facilmente balanceada, o facto de um animal ser criado em pasto, num regime não intensivo, resulta numa carne ou leite com um muito superior teor em ómega-3, altamente benéfico para o nosso organismo.

Para terem uma ideia, carne de animal de pasto tem um aumento de aproximadamente de 60% no valor de ómega-3, em comparação com carne de animal estabulado.

Outro facto, é que em geral consome-se muita carne vermelha, como já vos disse, não faço qualquer intenção de deixar de a consumir, mas prefiro consumir 1-2 x por semana e que seja de qualidade TOP. Comer com qualidade e não em quantidade!

Esta receita é muito simples de preparar e deliciosa, relevando a carne em todo o seu esplendor! Pouco mais de 5 minutos para preparar a carne! Simples, não há desculpas! Acompanhei com molho de iogurte, legumes salteados e salada!

Ingredientes:

Bife do acém Solar da Giesteira
1 colher de sobremesa de manteiga por bife´
1 pouco de tomilho/alecrim/louro
2 dentes de alho
Cogumelos
Sal e pimenta q.b.

1. Começar por temperar o bife com sal e pimenta moída.
2. Aquecer a frigideira. Quando esta estiver bem quente, colocar o bife e deixar cozinhar sem mexer, 2 minutos e meio, virar e deixar cozinhar mais 2 minutos (a carne ficará no ponto).
3. Findo esse tempo, adicionar a manteiga, alho e tomilho, deixar ganhar cor e retirar o bife. Reservar.

4. Adicionar os cogumelos, saltear no molho e servir! Simplificar!

Espero que gostem!

Maionese com óleo de côco

Hoje trago mais uma sugestão para uma refeição de verão. Fiz uma salada fresca, daquelas que sabem muito bem com este calor, e para a acompanhar fiz esta maionese com óleo de coco que ficou deliciosa! 

O óleo de coco é uma gordura muito interessante, com inúmeros benefícios, sendo sempre de grande importância a escolha de um bom óleo de coco. Para consumir em cru, como é o caso nesta receita, é importante que seja um óleo de coco extra virgem e, claro, biológico sempre que possível. A minha escolha recaiu sobre este óleo que tem uma excelente relação qualidade preço, da loja PlanetaHuerto. Já vos falei desta loja aqui
Para a salada: 
Tomate
Sobras de batata-doce cozida
Cenoura ralada
Atum em azeite*
Azeitonas 
Ovo cozido 
Para a maionese com óleo de coco: 
2 gemas (ovos biológicos) 
1 colher de café mostarda de dijon (usei caseira – receita em breve) 
3 colheres de sopa de sumo limão
120 ml chávena de óleo de coco Naturgreen (Palaneta Huerto) – líquido
1.  Num robot (fiz no Optimum ThermoCook da Froothie), colocar as gemas, mostarda e sumo de limão, bater 10 seg. na vel. 5. 
2. Com o robot em funcionamento na mesma velocidade, adicionar o óleo de côco líquido muito lentamente (quase gota-a-gota), de modo a que ocorra emulsão.
Podem adicionar aromáticas, alho picado, eu prefiro deixar assim. 
* atum: recomendo o atum da marca própria do Lidl ou Aldi, em azeite, para além de barato,o atum é pescado de modo consciente, sem colocar em risco os golfinhos.
Espero que gostem desta sugestão! 

Balança digital – Cálculo valor nutricional dos alimentos

Esta semana falo-vos a balança Sky Scales 741S-E da Redmond que adorei. À primeira utilização é uma simples, mas boa e precisa balança digital até 5 kgs, que permite fazer tara e marcar um cronómetro. Mas o mais interessante veio depois! Instalei a app gratuita da balança no smartphone e assim pude utilizar uma nova funcionalidade: cálculo do valor nutricional dos alimentos.

O método é simples, pesamos o alimento, sincroniza automaticamente com o smartphone, no smartphone seleccionamos o alimento da lista enorme disponível, e automaticamente calcula o valor nutricional para aquele alimento. O melhor é que podemos ir adicionando os restantes alimentos e assim ficar com o valor nutricional da receita que iremos confeccionar. Esta funcionalidade é excelente na contagem de calorias, hidratos, proteína e/ou gordura. Excelente, prático e muito intuitivo. Deixo-vos umas imagens com ingredientes diferentes do habitual, para que vejam que mesmo estes estão facilmente disponíveis nas opções.

1- O equipamento em questão:

2- Os ingredientes a pesar (trigo sarraceno, amêndoa, ameixa, cacau em pó).

3- A pesagem da amêndoa sincronizada com o smartphone.

4-  No smartphone a escolher o ingrediente: almond (amêndoa).

5- Opção seleccionada, adicionar e passar ao seguinte.

6- Cacau já pesado e adicionado.

7- Todos os ingredientes adicionados e o valor nutricional total abaixo.

O que acharam? Eu adorei! Excelente para quem quer controlar o que come e contabilizar os diversos grupos, sejam num batido ou numa receita mais complexa.

Espero que gostem desta pequena review. Eu vou ali brincar mais um bocadinho!

[Paleo] Waffles de amêndoa e coco

Estes waffles são deliciosos e muito rápidos de preparar. As minhas filhas adoraram! É muito fácil de alimentar as nossas crianças sem aditivos e processados 🙂

180 g manteiga de amêndoa ou coco (ou coco e amêndoa)
Metade de 1 banana
2 ovos
1 colher de sobremesa de óleo de coco Origens Bio
80 ml de leite de coco Origens Bio
1 colher de café de bicarbonato de sódio
pitada de sal

1. No robot Optimum ThermoCook, colocar todos os ingredientes e seleccionar 20 seg., vel.6. Podem em alternativa utilizar uma batedeira ou varinha mágica, e bater até que fique homogéneo.
2. Ligar a máquina de waffles, untar com um pouco de óleo de coco e deixar aquecer.
3. Colocar 2-4 colheres de sopa da massa (dependendo do tamanho pretendido), fechar e deixar cozinhar aproximadamente 4 minutos.

Servi com mirtilos macerados, framboesas frescass, queijo fresco Montiqueijo e mel de rosmaninho! Um pequeno-almoço perfeito! 

Taças de chocolate, mascarpone e frutos vermelhos

No passado fim-de-semana fiz esta sobremesa para um almoço e ficámos surpreendidos pois ficou de facto magnífica! E quem diria, totalmente Paleo: sem açúcar refinado!

Bolo Merengado de cacau e coco:

2 claras de ovo
baunilha q.b.
60 g açúcar de coco Ox Nature 
1 cs polvilho doce
1 colher de sopa de cacau Ox Nature

1. Ligar o forno a 250ºC.
2. Bater as claras em castelo até ficarem firmes.
3. No robot pulverizar o açúcar de coco, o polvilho e o cacau até ficarem mais finos (30 seg., vel. 9 no Optimum ThermoCook da Froothie).
4. Adicionar os restantes ingredientes às claras, lentamente e batendo sempre até ficar em ponto firme.
5. Esticar sobre uma folha de papel vegetal e levar a forno a 150ºC durante 1 hora ou até ficar cozido. Deixar arrefecer no forno algumas horas até utilizar.

Mousse de chocolate e mascarpone:

Fiz no Optimum ThermoCook (Bimby ou Yammi será igual):

125 g chocolate 85 % cacau
4 ovos
3 colheres de sopa de açúcar de coco Ox Nature 
100 g de mascarpone Galbani
125 g natas

1. Colocar o chocolate no copo e pressionar a tecla turbo várias vezes até pulverizar o chocolate.
2. Adicionar as gemas e o açúcar de coco e seleccionar 4 min., 70ºC, vel.1.
3. Adicionar o mascarpone e o iogurte grego e seleccionar 15 seg., vel 4.
4. Entretanto bater as claras em castelo.
5. Incorporar as claras. Levar ao frigorífico algumas horas antes de servir.

Cobertura de mascarpone e natas: 
200 g natas 
100 g de mascarpone Galbani
2 colheres de sopa de mel 
1. Bater as natas até ficarem firmes.
2. Adicionar o mascarpone e bater até incorporar.
3. Adicionar o mel a pouco-e-pouco, batendo sempre. Rectificar a quantidade se necessário. 
Montagem: 
Frutos vermelhos congelados 
1. Começar por partir o bolo no fundo da taça. Regar com frutos vermelhos. 
2. Colocar mousse, e depois com o saco pasteleiro colocar o creme de mascarpone e natas.
3. Espalhar mais frutos vermelhos e mais uns pedacinhos de bolo. Colocar no frio e servir bem fresco.
Podem também servir numa taça grande, de qualquer modo ficará lindo e delicioso! 
Espero que gostem! 


Omelete com mozzarella e espinafres

Por vezes apetece algo mais rápido de preparar e ficamos sem ideias do que fazer e uma omelete faz uma refeição tão boa! Gosto de saltear uns legumes, queijo abundante e acompanhar com salada. Esta estava perfeita!

1 cenoura bio
1 punhado de espinagres
Meia cebola
Sal e pimenta q.b.
Azeite virgem extra
2 ovos caseiros de preferência
Sal e pimenta q.b.
Queijo Mozzarella Gran Tradizione da Galbani

1. A preparação é muito simples, primeiro salteei a cebola em azeite até ficar translúcida.
2. Adicionei a cenoura ralada e os espinafres, salteei até ficarem cozinhados.
3. Adicionei os ovos batidos, temperei com sal e pimenta e coloquei 3 rodelas de mozzarella. Deixei cozinhar em lume brando até ficar cozinhado desse lado, depois virei com cuidado e deixei terminar de cozinhar. 
4. Simples assim, depois acompanhei com uma salada de tomate. 
Tomate 
Sal e pimenta q.b.
Azeite virgem extra
Cortei o tomate utilizando a placa de lâminas grossas da mandolina Borner, depois temperei.
Servi tudo decorado com manjericão! Assim se come em Paleo 🙂 Espero que gostem! 

[MultiCooker] Entrecosto assado e migas de espargos

A Redmond lançou o desafio de preparar uma receita para um país a participar no Europeu de Futebol. Claro que escolhi Portugal. Decidi então preparar uma receita bem portuguesa mas adequada ao estilo de vida que sigo, Paleo. Ficou delicioso!

Para preparar a receita utilizei a minha Multicooker Remond modelo RMC-PM4506E, claro que é adaptável a outros modelos e até podem cozinhar o entrecosto no forno e as migas na frigideira.

Entrecosto:

1 peça de entrecosto
Sal e pimenta q.b.
Alho desidratado moído
Pimentão de La Vera da Margão
Azeite
Banha
Vinho branco – 1 copo
Meio copo de água

1. Cortar o entrecosto, temperar, regar com o vinho e deixar a marinar algumas horas.
2. Colocar sem o vinho na taça da Multicooker e seleccionar o programa Fry/Deep Fry, deixar fritar com a tampa aberta durante aproximadamente 5 minutos, virar e deixar mais uns 3 minutos.
3. Findo esse tempo, colocar o vinho e restante marinada e a água e seleccionar o programa Stew/Pilaf durante 30 minutos.
4. Retirar o entrecosto e reservar. Reservar o molho.

Migas de espargos (2 pessoas)

Espargos frescos
Azeite
Sal e pimenta q.b.
Pão sem glúten (a minha receita)
Alho

1. Cozer os espargos (reservar a água)
2. Colocar o alho e o azeite na taça (não lavar para não retirar os sucos maravilhosos da carne), e seleccionar Fry/Deep Fry, deixar saltear até o alho ganhar cor (aprox. 2 minutos).
3. Adicionar o pão partido em pedaços, saltear ligeiramente. Adicionar depois a água de cozer os espargos e o molho de cozer o entrecosto, ir envolvendo com a colher até que se comece a formar uma bola. Nesse ponto, adicionar os espargos, formar as migas.

Servir com salada fresquinha e torcer por Portugal!

Acompanhem o instagram da Redmond aqui: Link

E o site, aqui, com promoções e ofertas frequentes: Link

Espero que gostem!