Broas de batata-doce e abóbora

Quero começar por dizer que estas broas de abóbora são deliciosas e que e estou feliz que tenham desaparecido do frigorífico pois era difícil resistir-lhes! A mistura dos sabores da abóbora com a batata-doce, os pedacinhos de frutos secos no seu interior a juntar às especiarias tornam-nas numa receita perfeita para esta estação. Juntamos ainda o facto de que são rapidíssimas de preparar e não precisam de levedar: o que podemos querer mais?

Em vez de simplesmente adoçar com mel, utilizo para adoçar este Doce de abóbora com amêndoa da BeiraBaga e, sem dúvida, ficaram perfeitas! Recomendo nesta versão. Em alternativa podem utilizar mel na quantidade desejada.

6-8 unidades:

250 g batata-doce cozida

120 g mix farinhas (recomendo: fubá de mandioca, farinha de trigo sarraceno e 1 colher de sopa de linhaça dourada moída)

40-60 ml leite ou bebida vegetal

4 colheres de sopa de Doce de abóbora com amêndoa

2 colheres de sopa de azeite

1 ovo

1 colher de café de fermento para bolos

Frutos secos a gosto

Para pincelar: gema de ovo

  1. Coloque todos os ingredientes (excepto frutos secos) no robô de cozinha e triture. A massa deve ficar pegajosa mas não deve ficar líquida – agarra aos dedos mas mantém a forma ao ser colocada no tabuleiro. Pode existir variação na humidade da massa, consoante o doce utilizado, a batata-doce e as farinhas, portanto temos sempre de ajustar a olho.
  2. Adicione os frutos secos picados e misture.
  3. Coloque as bolas de massa no tabuleiro forrado com papel vegetal, pincele com gema de ovo e decore com frutos secos a gosto. Leve ao forno a 180ºC até estarem cozidas e douradas a gosto – deve demorar cerca de 15 a 20 minutos.

Aproveite quentes ou fritas, são absolutamente deliciosas!

Se as preparar, partilhe nas suas redes sociais, fazendo tag a @temperosdaargas

Parceria nesta receita: BeiraBaga

Pão de abóbora

Assei uma abóbora pensando em preparar um pão de abóbora e só vos digo que ficou fantástico!

Se quiseres preparar em versão pão doce, adiciona um pouco de açúcar mascavado ou mel.

Para 6 pãezinhos:

170 g abóbora assada
150 g Polvilho doce ou azedo
100 g farinha de trigo sarraceno
60 g Manteiga
25 g linhaça dourada moída
2 ovos
1 saqueta levedura
Opcional: nozes picadas e passas

Para preparar, tirei benefício do programa de massas da kCook Multi (se não tiveres robô, lê mais abaixo como deves fazer).

  • Com a lâmina de corte colocada, coloca a abóbora sem as pevides e os ovos e tritura na velocidade 12 (utilizei a abóbora Hokkaido com a casca). Adiciona a levedura e seleciona 2 minutos, 37 graus na velocidade 2.
  • Adiciona os restantes ingredientes e seleciona o programa Sobremesas, a opção Massas. Deixa descansar por cerca de 1 hora.
  • Retira a massa com a mão ou uma colher (a massa não estará moldável) e coloca sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal. Pincela com ovo batido e leva a forno pré-aquecido a 180 graus por cerca de 20 minutos.

Se não tiveres robô, segue os mesmos passos:

  • Tritura a abóbora sem as pevides com os ovos.
  • Adiciona os restantes ingredientes e mistura com um garfo até obter um preparado homogéneo. Deixa levedar.
  • Prepara como o último ponto que indiquei acima.

Sabias que até a casca da Hokkaido se pode comer? Para garantir a qualidade, compro biológica!

Se gostaste desta dica, partilha-a e aprtilha as tuas experiências com a tag @temperosdaargas

Parceria: kCook Multi 

Massa de trigo sarraceno com abóbora e espinafres

A massa de trigo sarraceno Vianeza  (da qual vos falei aqui)  tem um sabor e textura rústica, o que me agrada bastante e que encaixa perfeitamente com o sabor da abóbora!

IMG_20191213_125059

A sugestão que vos trago pode servir de refeição ou de acompanhamento.

Para 2 pessoas:

100 g massa de trigo sarraceno

200 g abóbora manteiga

100 g espinafres frescos

2 ovos

1 queijo fresco de cabra pequeno

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho

1 colher de sobremesa de sementes de mostarda

Sal e pimenta q.b.

1 colher de sobremesa de vinagre de sidra

  1. Descasque o alho e coloque-o laminado numa frigideira com azeite. Salteie até o alho começar a dourar.
  2. Adicione a abóbora descascada e cortada em cubos. Salteie, envolva. Adicione um pouco de água (aproximadamente meio copo) para que a abóbora coza até que a água evapore e que a abóbora esteja bem cozida.
  3. Entretanto coloque a água para a massa a ferver num tacho e tempere com sal. Assim que estiver a ferver, adicione a massa e siga as instruções da embalagem. Escorra e reserve.
  4. Adicione a abóbora, os espinafres arranjados e as sementes de mostarda, envolva, tempere com sal e pimenta e salteie a gosto. Envolva a massa neste preparado.
  5. Coloque o tacho com água e sal ao lume. Junte um pouco de vinagre e quando levantar fervura misture a água de modo a fazer uma espiral e coloque o ovo aberto no meio dessa espiral. Deixe cozinhar cerca de 3 minutos. Retire e escorra o excesso de água.
  6. Sirva a massa com o ovo e o queijo de cabra em cubos.

IMG_20191213_125054

Espero que goste!

Parceiro nesta receita: Vianeza

Squeez kiwi-banana e panquecas de dióspiro e aveia

Adoro o Outono! Já vos disse isto, eu sei, mas é provavelmente a estação com a comida mais apelativa para mim! O cheiro a abóbora, a suculência e sabor dos dióspiros, o calor nas nossas mãos ao descascar as castanhas assadas…enfim, tudo! Na verdade, dispensaria o frio, apenas isso!

IMG_20191204_144915_1

Este lanche é mais uma ótima opção para aproveitar os deliciosos sabores da época. Os pacotinhos reutilizáveis Squeez permitem transportar facilmente o iogurte batido com fruta e são divertidos de consumir!

Para 3 pacotinhos reutilizáveis:

1 kiwi

1 banana madura

1 iogurte natural (150g)

IMG_20191204_144944

  1. Descasque a fruta e corte em pedaços.
  2. Triture com a varinha mágica ou robô de cozinha (eu utilizei a kCook Multi com a maxblade na velocidade 12) e encha o pacotinho. Para encher necessita de colocar a tampa, virar o pacotinho e encher pela base.
  3. Mantenha os pacotinhos no frigorífico por até 24 horas (para melhor sabor e qualidade nutricional). Se for para consumir à tarde, pode juntar um acumulador de frio pequeno para garantir melhor conservação.
  4. Relembro do desconto nos pacotinhos reutilizáveis Squeez:

copia-em-conflito-origens-bio

Para as panquecas precisa de:

1 dióspiro (aprox. 130 g)

1 colher de sopa de farinha de aveia

1 colher de sopa de flocos de aveia

1 ovo

  1. Triture o dióspiro com o ovo e a farinha de aveia num robô de cozinha ou liquidificadora (eu utilizei a kCook Multi com a maxblade na velocidade 12).
  2. Adicione os flocos de aveia e misture.
  3. Pincele a frigideira com azeite. Aqueça-a.
  4. Quando estiver bem quente, coloque colheradas com massa do tamanho que pretender e deixe cozinhar em lume brando, vire apenas quando estiver cozido do primeiro lado.
  5. Repita com o restante preparado.

IMG_20191204_144736

Parceiro nesta receita: Squeez kCook Multi da Kenwood

Massa de Ervilha com Abóbora e Salmão

O Outono pede sabores que nos confortam e nutrem. A massa de ervilha da Vianeza surge como uma ótima opção para acompanhar peixe, além de efetivamente saber a ervilha, visto que a massa não tem aditivos e é preparada unicamente com farinha de ervilha, tem também alto teor em proteína e fibra.

IMG_20191126_124825

A preparação é simples e rápida e a massa de ervilha coze em apenas 4-5 minutos!

Para 2 doses:

50-75 g massa de ervilha crua

100 g abóbora crua

2 filetes de salmão

Sementes de mostarda

Tomilho

Sal marinho e azeite q.b.

  1. Arranje a abóbora e corte em cubos, coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal, regue com azeite e leve ao forno a 200ºC por cerca de 15 minutos.
  2. Tempere o salmão e coloque no tabuleiro com a abóbora. Coza por mais 10 minutos.
  3. Entretanto, coloque um tacho com água ao lume, tempere com sal marinho. Quando ferver, adicione a massa de ervilha e coza por 4-5 minutos. Retire, escorra e reserve.
  4. Sirva a massa acompanhada da abóbora e do salmão.

IMG_20191126_124815

Espero que goste desta sugestão!

Parceiro nesta receita: Vianeza

Squeez de dióspiro e maçã com bolachinhas de laranja

O Natal está a aproximar-se, já nos apetecem sabores natalícios e começa a busca por receitas para preparar nesta época. Confesso que adoro preparar pequenos mimos para as minhas filhas alusivos ao Natal para aumentar a diversão e a antecipação!

Nesta publicação partilho convosco esta receita de bolachinhas de laranja, ótimas para utilizar cortadores natalícios. Ficam lindas para enviar no lanche mas também para oferecer aos familiares ou até professores!

IMG_20191127_081819

Mas antes da receita de bolachinhas, quero partilhar convosco o que está no pacotinho reutilizável Squeez. Já vos disse que de vez em quando gosto de enviar estes pacotinhos e porquê:

  • Podemos enviar fruta que de outro modo seria difícil
  • Aproveitar as delícias da fruta da época
  • Práticos de transportar e consumir
  • Ajudam na conservação
  • Divertidos para as crianças!

Para 4 pacotinhos:

1 copo de água

1 dióspiro (de roer ou de colher)

1 maçã reineta

IMG_20191127_080956

  1. Descasque a fruta e corte em pedaços.
  2. Triture com a varinha mágica ou robô de cozinha (eu utilizei a kCook Multi com a maxblade na velocidade 12) e encha o pacotinho. Para encher necessita de colocar a tampa, virar o pacotinho e encher pela base.

IMG_20191127_081406

3. Mantenha os pacotinhos no frigorífico por até 24 horas (para melhor sabor e qualidade nutricional). Se for para consumir à tarde, pode juntar um acumulador de frio pequeno para garantir melhor conservação.

Relembro do desconto nos pacotinhos reutilizáveis Squeez:

copia-em-conflito-origens-bio

Para as bolachinhas de laranja (aprox. 30 unidades):

100 g amêndoa moída (ou farinha de arroz)

100 g fubá de mandioca

80 g tâmaras descaroçadas

70 g farinha de trigo sarraceno

20 g farinha de coco

2 ovos

1 colher de café de bicarbonato de sódio

Raspa e sumo de 1 laranja

Gengibre moído q.b.

  1. Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogénea (preparei na kCook Multi da Kenwood por 30 segundos na velocidade 6).
  2. Coloque a massa no frigorífico, envolvida em papel vegetal, por cerca de 30 minutos.
  3. Estique a massa entre duas folhas  de papel vegetal (se necessário polvilhe com farinha de trigo sarraceno). Corte com o cortador à escolha e leve a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 10 minutos – atenção para não deixar cozer demais!
  4. Para a escola as bolachinhas foram dentro de um pacotinho reutilizável para Snacks também da  Squeez.

IMG_20191127_075200

Notas:

  • Se a consistência da massa estiver demasiado húmida, adicione um pouco mais de farinha de trigo sarraceno, de modo a que não pegue às mãos e cortador. Se, pelo contrário, estiver demasiado seca, adicione um pouco de bebida vegetal.

IMG_20191127_081905

Parceiro nesta receita: Squeez e kCook Multi da Kenwood

Esparregado de brócolos e massa com trufa

Ainda que goste bastante de refogados, o certo é que prefiro que a carne seja preparada do modo mais simples possível: selada numa frigideira com um pouco de boa gordura ou grelhada e depois finalizada também com boa gordura.  Sim, a boa gordura nunca falta e já lá vão mais de 20 kg perdidos, fora a saúde que se ganhou!

IMG_20191121_121619

Para acompanhar a carne preparada de modo tão simples, gosto de servir um acompanhamento mais completo. Este que vos trago é muito simples de preparar (e podem usar sobras de legumes e de massa cozida que estejam no frigorífico), mas este tem algo especial. É especial, pois foi a estreia aqui em casa da massa com trufa da Vianeza. Foi a última que experimentámos, simplesmente porque assim que a vi, pensei que encaixaria perfeitamente com carne de vaca e, de facto, não me enganei! No entanto, acredito que resulte maravilhosamente noutras receitas e já tenho a cabeça a trabalhar nesse sentido!

IMG_20191121_121529

É uma massa com um formato bonito, coze mais rapidamente do que as tradicionais (7 a 8 minutos) e o toque da trufa torna-a mais interessante ao paladar. Já o acompanhamento prepara-se mais rapidamente do que o tempo que estou a demorar a descrevê-lo!

Para 4 pessoas:

100 g massa

400 g brócolos

2 colheres de sopa de azeite virgem extra

2 dentes de alho

Sal e pimenta q.b.

Opcional: 100 g natas frescas

  1. Comece por cozer a massa por 7 a 8 minutos em água temperada com sal. Retire e escorra (pode reservar um pouco do líquido da cozedura).
  2. Na mesma água coza os brócolos por cerca de 8 minutos. Escorra os brócolos e esmague-os (utilizei para tal uma vara de arames).
  3. Numa frigideira salteie o alho picado em azeite, até começar a dourar. Adicione os brócolos e a massa e envolva-os. Pode adicionar as natas ou apenas um pouco da água da cozedura da massa reservada previamente. Retifique os temperos e sirva de imediato.

Delicioso, não acham?

IMG_20191121_121604

Parceiro nesta receita: Vianeza

Massa gratinada com carne e vegetais

Como dar nova vida a sobras de carne? Este é um desafio com o qual me deparo com alguma frequência. Partilho convosco uma ótima solução: uma refeição rica nutricionalmente, deliciosa e rápida de preparar. Já vos disse que aqui por casa, este é o tipo de refeições que procuro!

IMG_20191118_184725

Para este prato utilizei a massa da Vianeza com fibra de bambu da qual já vos tinha falado anteriormente (aqui e aqui). Esta massa tem uma cor, textura e sabor muito semelhante à massa tradicional e até agora foi a preferida pelas minhas miúdas (ainda que tenham aprovado todas!).

300 g brócolos

250 ml caldo de carne caseiro

200 ml leite de coco

200 g sobras de carne de vaca assada

100 g massa crua

100 g batata doce

50 g queijo mozzarella ralado

1-2 cenouras

Sal e pimenta q.b.

  1. Arranje e escalde a batata e os vegetais em água temperada com sal. Estes não devem cozer demasiado pois terminarão de cozer no forno. Escorra e reserve.
  2. Coza a massa na água utilizada anteriormente por cerca de 8 minutos. Escorra e reserve.
  3. Coloque numa travessa a carne cortada em pedaços pequenos, os vegetais e a massa e envolva-os no caldo de carne, no leite de coco e tempere. Cubra com queijo mozzarella ralado.
  4. Leve a forno pré-aquecido a 180ºC até estar dourado (cerca de 15-20 minutos).

IMG_20191118_174026

Espero que goste!

IMG_20191118_185017

Parceiro nesta receita: Vianeza

 

Caril de vegetais e pão Naan no Yogurtnest

Já vos falei anteriormente do Yogurtnest, uma iogurteira sustentável totalmente desenvolvida e produzida em Portugal. Finalmente voltei a ganhar inspiração e preparo iogurtes em casa sem gastar electricidade e que, de facto, são apreciados por toda a família. Mas hoje não vos falo de iogurtes!

IMG_20191110_153202

Esta iogurteira é muito mais do que isso. Devido ao seu isolante térmico à base de cortiça, funciona também como uma slow cooker, ou seja, uma panela não elétrica de cozedura lenta. Digam lá se isto não é maravilhoso?!

Preparei no Yogurtnest este caril de vegetais (que podem acompanhar com carne ou que, eventualmente, pode ser enriquecido com leguminosas de modo a aumentar o teor em proteína deste) e que foi servido com pão Naan SEM GLÚTEN que levedou enquanto se preparava o caril de legumes! Que refeição maravilhosa!

IMG_20191107_163917

Para o caril (2-4 pessoas):

150 ml caldo de carne ou legumes caseiro

1 batata doce (aproximadamente 250 g)

1 brócolo (aproximadamente 250 g)

1 cenoura

1 cebola média

1/2 courgette (aproximadamente 100 g)

4 cogumelos frescos

2 dentes de alho

1 lata de leite de coco

1 folha de louro

Azeite virgem extra

Curcuma em pó, Sal e pimenta branca

  1. Pique o alho e a cebola e salteie em azeite virgem extra com a folha de louro até começar a dourar. Adicione os cogumelos e salteie por uns minutos.
  2. Adicione os legumes descascados e cortados a gosto. Prefira cortar em cubos pequenos para facilitar a cozedura. Adicione também os temperos e os líquidos. A quantidade de caldo deve ser ajustada de modo a que cubra totalmente os legumes. deixe ferver por cerca de 10 minutos.
  3. Coloque de imediato num recipiente de cerâmica e tape. Coloque com cuidado no Yogurtnest, coloque a boina e feche. deixe cozer por cerca de 4-6 horas.

IMG_20191107_185819

Para o pão Naan (4 unidades):

100 ml água

90 g fubá mandioca

90 g farinha de trigo sarraceno

10 g linhaça dourada moída

3 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de iogurte natural (utilizei iogurte de coco)

1 ovo

1 saqueta de fermento seco

1 pitada de açúcar mascavado ou de coco

Farinha de trigo sarraceno para envolver.

  1. Misture o fermento e o azeite com a água morna (máximo a 40ºC). Aguarde cerca de 5 minutos.
  2. Adicione os restantes ingredientes e misture com um garfo. Tape e coloque a levedar dentro do Yogurtnest por cerca de 1-2 horas.
  3. Aqueça uma frigideira anti-aderente. Separe a massa em 4 bolas. Envolva em farinha de trigo sarraceno e estique utilizando um rolo ou as mãos, formando círculos de aproximadamente 1 cm de altura. Coloque na frigideira e cozinhe em lume brando. Vire para cozinhar de ambos os lados.

Prepare a manteiga para comer bem quente!

IMG_20191107_190229

Visitem a loja e podem beneficiar de desconto com o código abaixo -> AQUI 

logo_nav-copy copy

Parceiro nesta receita: Yogurtnest

Caldo quente com massa de trigo sarraceno

A nossa tradicional canja é na verdade um poderoso caldo de ossos tão “na moda” na alimentação Paleo e Primal. O caldo de ossos é para os Paleo o que a fita-cola é para a pessoa comum. É um alimento maravilhoso com inúmeros benefícios para o organismo, sendo conhecido em inúmeras culturas como o líquido de proporciona vida. Além de beneficiar das suas propriedades (redução da celulite, melhoria da elasticidade da pele, protecção de processos oxidativos, redução da inflamação intestinal, melhoria da saúde mental e do sono), é também importante evitar o desperdício. 

Para preparar canja podemos seguir o método tradicional, utilizando arroz. No entanto podemos também utilizar com sementes de trigo-sarraceno, de quinoa, ou de millet ou uma massa sem glúten à escolha que foi o que fiz nesta receita. Enriqueci ainda a canja com legumes.

IMG_20191105_154259_MP.jpg

A massa utilizada é a massa de trigo sarraceno da Vianeza. A massa tem 100 % trigo sarraceno e, portanto, tem uma cor característica que poderá causar estranheza em algumas pessoas, mas de sabor e textura é muito interessante.

Ingredientes (4 pessoas):

1/4 frango ou galinha caseira ou do campo (com as suas vísceras)

1⁄2 cebola

1 dente de alho

Legumes a gosto (pak choi, cenoura e chuchu, no meu caso) 

Massa de trigo sarraceno (aproximamente 100 g)

Hortelã 

Água q.b. 

Sal marinho q.b. 

  1. Coza a galinha ou frango, a cebola e o alho em água e sal marinho até estar cozida (pelo menos 1 hora).
  2. Adicione os legumes  e coza durante cerca de 15-20 minutos.
  3. Adicione a massa e coza por cerca de 5 minutos (como a massa ficará dentro do caldo, irá acabar de cozer depois de desligar o fogão).
  4. Junte a hortelã e sirva. 

Notas:

  • Nesta refeição é muito simples adaptar para as diferentes necessidades da família. No meu caso evito comer massas pois ainda estou em processo de perda de peso, portanto bastaria retirar a minha parte antes de adicionar a massa.

canja2

Espero que goste!